domingo, 8 de novembro de 2009

03:35:08


Está concluída mais uma maratona, com o meu melhor tempo das 3 que já acabei, tendo ganho cerca de 14 min à marca de Maio passado na Maratona Carlos Lopes.

Na minha antevisão, achava que o tempo de 3:40 seria bom, havendo um desejo de conseguir baixar das 3:30. Situação que achava pouco provável, dado uma série de condicionantes. A principal era a crença de que estou em menor forma que em Maio, tendo, por exemplo, falhado o teste para esta maratona, na meia maratona SportZone (tempo superior a 1:40), quando em Abril tinha feito a meia maratona Cego de Maio na casa da 1:36… Para além disto, na penúltima semana estive constipado, o que antecipou o descanso em 8 dias.

Mas, o que mais queria desta Maratona, 1 ano e ½ depois de me ter iniciado na corrida, era acabar com a sensação de que já domino a distância. É certo que há quem defenda que esta distância nunca se domina (eu tenho no meu programa um dia desistir de uma maratona), mas, para mim, dominá-la era chegar ao fim sem a sensação de ter sofrido imenso para a acabar (situação que aconteceu nas duas primeiras). Assim, no meu ponto de vista, era importante ter duas meias maratonas equilibradas em termos de desempenho. E assim foi: hoje fiz a 1ª meia-maratona em 1:45h e a segunda em 1:50h… A quebra foi ao Km 37,5… ao contrário das outras vezes que foi antes dos 30Km. E desta vez, a quebra, não chegou a derrear-me completamente, tendo conseguido manter um ritmo sem nunca chegar aos 6min/Km e em que ganhava mais lugares do que os que perdia… havia muito mais gente a passar bem pior do que eu.

Estou satisfeito, apesar de não ter alcançado o objectivo que tinha estabelecido para este ano de 2009 (tempo da maratona abaixo das 3:30h).

Para este resultado acho que houve vários factores favoráveis:
1 – Alimentação. Depois do final das minhas férias de Agosto resolvi riscar da minha dieta os doces e as gorduras. Acabei por perder 4 quilos: antes de começar a Maratona Carlos Lopes, depois dos reforços de massa da véspera, pesava 76,6Kg. Hoje de manhã, também depois dos reforços, pesava 72,8Kg;
2 – Treino de base. Em Agosto e Setembro não fiz séries nem treinos de intensidade (excepto nas provas em que participei… triatlos de Setembro). Só em Outubro recomecei as séries). Foram meses de treinos longos… que procurei fazer em ritmo de endurance, aumentando a intensidade nos quilómetros finais;
3 – Descanso antes da prova. Um bocado forçado na penúltima semana antes da maratona devido à constipação, mas nos 3 últimos dias só fiz 4Km, ontem de manhã – este descanso pareceu-me relevante, por exemplo, para chegar à meia-maratona com 1:45h, bastante confortável;
4 – Hidratação… diária. Há um hábito que adquiri nos últimos meses que vou tentar preservar. Chá. Bebo todos os dias chá. Faço aproximadamente um litro e vou bebendo ao longo do dia, à noite. Assim, é mais agradável estar a beber "água" ao longo do dia, juntando-lhe a água que costumo beber, por exemplo, durante ou depois dos treinos, acredito que beba quase todos os dias pelo menos 2 lts de água – para além disso, também abandonei o vinho :) (costumava beber um copo ao jantar);
5 – A alimentação durante a prova. Optei por ingerir o gel (de absorção lenta) que tenho consumido em provas de BTT, triatlo, treinos e com o qual me tenho sentido bem. Disciplinadamente, consumi 90 a 180kcal por cada 5Km, até aos 25Km. Depois disto, acabou e só tinha gel de absorção rápida, que optei por não tomar (nunca me dei muito bem com ele e estava com a sensação de que o que meteria para dentro vinha cá para fora…);
6 – O tempo que se fez sentir hoje. A chuvinha refrescante e o vento que não apareceu, ajudou e muito. Antes de partir, pensava que era um dia idêntico (talvez melhor) que o dia em que tinha corrido a meia maratona Manuela Machado (Janeiro de 2009), onde consegui a minha melhor marca na meia-maratona;
7 – O apoio durante a prova. Pedi a um amigo meu (André) para me acompanhar de bicicleta (é o desporto que ele anda a praticar), fornecendo-me o gel e bebida energética sempre que eu precisava. Nem precisei muito, porque não cheguei a sentir sede (o tempo que se fez sentir, ajudou), mas foi uma presença constante, dedicada a mim… e isso significou mesmo muito. O meu grande obrigado para ele.

Para este resultado acho que houve vários factores perturbadores:
1 – O período que vivo em termos profissionais desde o final das férias tem sido de grande intensidade… há stress associado, muitas viagens pelo país e como agora sou Profissional Liberal tenho que dar-lhe bem porque em Dezembro quero estar de férias, concentrado no novo membro da família que está a chegar. Apesar desta parte da minha vida profissional estar a correr bem, é difícil depois das 22:30h ir treinar… Mas assim fui fazendo, acumulando stress com treinos, o que tem sido dose;
2 – A maratona não foi o meu foco principal até ao dia 4 de Outubro. Até aí, pensei mais nas provas de triatlo que na maratona. Quero investir no triatlo e nunca deixei de treinar natação e ciclismo, tendo inclusivamente sido necessário investir fortemente na natação para recuperar a paragem (na natação) de Agosto… acho que vai continuar a ser assim.

Para já, como balanço do dia de hoje, ele deu-me segurança quanto à expectativa de poder baixar das 3:30h no próximo ano. No entanto, ainda não sei se vou fazer 1 ou 2 maratonas… aguardo o calendário de triatlo para decidir a minha agenda. Para já vou fazer uma maratona de BTT dentro de 15 dias, em jeito de treino mesmo, e tentar melhorar os tempos dos 10 Km na Volta a Paranhos e nas São Silvestres… com o olho na próxima época de triatlo.

Ah… para acabar… GRANDES tempos para os meus parceiros bloggers… Parabéns para eles: António (grande melhoria na marca), Miguel (à beirinha do objectivo), Meixedo (no seu melhor), Velhote (extraordinária estreia), Capela (sempre a melhorar), Ricardo (foi a minha referência e saiu-se muito bem na viagem ao continente), Fernando (ao nível do que nos tem habituado), Mota (este homem é impressionante), João (sempre bem... venha lá esse blog ), Nuno K (mais uma!) … e o Brito e a Otília (bons tempos). Se me esqueci de alguém, peço desculpa.

Abraços para todos.

4 comentários:

Carlos Lopes disse...

Olá Rui

os meus parabéns por mais esta Maratona, que entra no teu currículo.

Ricardo Baptista disse...

Companheiro,
Foi uma boa prova. Isto com mais uns treinitos longos e baixamos as 3h30m.
Fica pra proxima.

MPaiva disse...

Rui,

Muitos parabéns pela excelente prova que fizeste, com uma regularidade extraordinária e mostrando uma progressão espectacular.
Quanto a mim, fiz o melhor que consegui e, apesar de ter terminado mal, sinto-me satisfeito por ter conseguido fazer a maratona, coisa que, a meados do ano, ainda não tinha por adquirida.

abraço
MPaiva

luis mota disse...

Olá Rui!
Uma brilhante prova.
Gostei de te ver na corrida. A tua expressão transmitiu força para encarar o desafio. Obrigado.
Agora é recuperar e voltar ao treino.
Uma boa semana para ti
Luís mota