domingo, 8 de março de 2009

10 Km de Avintes só foram 9.7 Km ... e deu 00:42:21

A última semana foi de abrandamento nos treinos. No dia 28 de Fevereiro acabei um treino longo com uma dor na face plantar do pé direito... Nos dias que se seguiram investi na bicicleta e na natação. Em nenhuma destas modlidades sentia problemas com a dor e só ao andar ela dava sinal, o que significava que estava qualquer coisa menos bem. Não liguei muito, limitei-me a não treinar corrida.

Na quarta-feira só sentia uma ligeira dor e decidi que no dia seguinte faria m novo treino longo (abdicava assim das séries porque poderia forçar nos 10 Km de Avintes). No início do treino não sentia a dor, mas a meio dei por ela e 30 minutos depois do fim de 26 Km estava novamente com a dor no pé. E agora era mais notória a dor que tinha. Descansei na 6ª feira para no Sábado regressar à bicilceta e com a intenção de treinar a transição para a corrida... mas só percorri 1Km, não estava em boas condições, do pé.

Ponderei não ir a Avintes, mas, como acontece normalmente comigo, preparei tudo como se fosse para decidir à última hora... E hoje de manhã acordei com a decisão por tomar. Ontem investi no gelo e em Arnidol (analgésico e antiinflamatório e aplicação tópica)... e senti a dor a aliviar. Logo de manhã fiz gelo, voltei a aplicar Arnidol, liguei bem o pé, para não forçar movimentos, e lá fui para Avintes.

Ainda ponderava decidir no aquecimento se corria ou não, ou mesmo depois de iniciar a corrida. Alonguei bem, movimentei bem o pé e... lá fui. Ao fim dos primeiros minutos não sentia dor, nem parecia estar a forçar outros ligamentos ou músculos. Ponderei desistir, mas foi porque me sentia ofegante pelo esforço/ritmo que levava na fase inicial, nada tinha a ver com a dor no pé. Abrandei o ritmo e continuei a corrida. Tinha dito à família que ía buscar o pão (broa). No percurso, não havia sinalização dos Km, lá fui fazendo contas ao ritmo que levava e ao tempo que passava. Achava que ía bem, mas não tinha a certeza. Fui ultrapassado por muita gente, desta vez parti na frente da corrida. Aos 7,7Km recebi a informação de um companheiro com GPS de que era essa a distância percorrida. Ainda não estavamos com 30 minutos, logo, pensei, o ritmo era para um bom tempo. E foi, 00:42:21 ... mas também se disse logo por ali que estavamos a 300 mts dos 10K ... (e que já vi mais comentários sobre o facto destes 10K de Avintes serem mais curtos: blog do Mark Velhote)...

Vai ter de ficar este resultado no meu historial, com esta reserva que aqui coloco.

Aqui fica o resultado... e para já vou ter mais uma seamana de cuidados, gelo e Arnidol. NOTA: Esta lesão surge no pico do treino para a Maratona Carlos Lopes, o que provavlmente até é uma situação que resultou do esforço imposto e um ou outro descuido. Mas não há dramas, eu tenho objectivos para o ano de 2009 e vou ter mais possibilidades de trabalhar para as marcas... há que ter mais calma. Só não consigo é resistir ao prazer de chegar ao fim de mais uma prova... Foi assim Avintes e, em princípio, no dia 15, também o será na Corrida do Dia do Pai.

2 comentários:

Mark Velhote disse...

Viva,

Parabéns pelo blog e pela prova!
Realmente faltaram ali 260 metros,o que estraga sempre a vida para quem vai "de olho" no cronómetro. De qualquer forma pelo esforço da organização em tudo o resto fiquei cliente da prova e para o ano lá estarei!

Abraço

Rui Pena disse...

Muito obrigado Mark Velhote. Devolvo-te os parabéns também pelo teu excelente tempo... porque sei que tens progredido fortemente. O teu blogue também é daqueles que sigo habitualmente... Até um dia destes.