sábado, 15 de maio de 2010

Ponto e vírgula...

Uma pausa na intensa actividade em que tenho andado e... um post no meu blog.

Pois é... ando dedicado ao trabalho, à família e ao desporto. Quanto ao desporto, que é o assunto deste blog, entrei numa nova fase da época. O objectivo é o Triatlo Olímpico de Aveiro (17 de Julho), logo, já intensifiquei as séries... tem sido duro, bem duro. A bicicleta é que tem ficado para 3º plano, já custa muito na piscina e na pista tartan... Quanto à piscina, tenho sido avisado que não há que investir em séries sem aperfeiçoar a técnica. Estou a esforçar-me mas não está fácil (vai ter de ser com paciência...).

Mas... ainda tenho um triatlo longo (Aveiro, a 30 de Maio, na distância Half Ironman), o que não me sai da cabeça quando vou treinar. Como já tenho a experiência de ter acabado esta distância, vou tentar chegar-me às 5 horas... Vou arriscar. A consequência pode ser: aprender a lição... mas não me importo. Também não quer dizer que deixe de aplicar o que acho que aprendi: a longa distância é GESTÃO... não é sofrimento.

O que para mim tem sido muito bom é o facto de estar ligado à Académica de São Mamede... e tenho pena de não poder passar mais tempo com os companheiros, ou de participar em treinos com eles... :( ...O que sei é que todos os momentos que passo com eles, gosto...

Abraços,

Rui

3 comentários:

sica disse...

Rui, na ainda pouca experiência que tenho na L.D , já percebi que não existem 2 dias nem 2 provas iguais logo as experiências não são reprodutiveis, Lisboa tem um percurso fantástico que com condições de tempo excelentes é propicio para bater records, Aveiro, pode ser diferente, sendo a primeira vez que se realiza a prova, estabelecer metas de tempo sem saber o que se vai encontrar, pode ser perigoso.
No entanto a vontade de melhorar é mais forte que nós, eu percebo :). Por último uma dica ao contrário dos sprints na L.D o Ciclismo e os treinos longos em cima da bike fazem toda a diferença.

Rui Pena disse...

Sica,

obrigado pelas dicas... eu tenho em mente melhorar, é verdade, mas acho que o que eu quero mesmo é arriscar um pouco mais. Vou tentar seguir as sensações do meu corpo (quero chegar ao fim) mas não vou ser tão cauteloso na água e na bike como fui em Lx... a expectativa é melhorar, mas sei que Aveiro com vento pode sr muito complicado... sem vento, é uma beleza... Se alguma coisa negativa acontecer, tenho que estar mentalmente preparado para as consequências de um maior risco (esta coisa das marcas é mesmo porque eu não tenho adversários nas provas... ainda não consigo identificar a malta que anda ao mesmo ritmo que eu...)

Quanto à bike... o que quis dizer no meu post é que ainda não estou a fazer séries (treino intervalado na bike) ... de resto, tem sido onde passo a maior parte do tempo. Em casa, numa bike estática, como diz uma colega... como se fosse um amster... :)

António Almeida disse...

Olá Pena
força para esses "objectivos".
Teria sido bom ter-te presente domingo passado na corrida e na patuscada, outras virão.
Abraço.