domingo, 18 de abril de 2010

A 8 dias da estreia no Triatlo Longo…

Fiz ontem parte dos cerca de 125 duatletas que disputaram o Campeonato Nacional de Duatlo… A equipa da Associação Académica de São Mamede esteve muito bem representada, provavelmente o clube mais representado, sendo que não sei sequer quantos éramos… muitos, éramos de certeza.

No meu plano de trabalho, este Duatlo era um teste e um dos últimos treinos de intensidade, antes do Longo de Lisboa. A intenção era fazer um primeiro segmento racional, mas que me permitisse entrar num bom grupo para o ciclismo… Tinha pensado em ter o Paulo Neves – CVP como referência (mas que não apareceu à partida… espero que esteja tudo bem…), ou o Miguel Torres que anda a treinar bem forte… Mas entre os meus colegas sabia que havia um ou dois que também poderiam ser boas referências para mim. E optei pelos colegas da AASM. A ideia era andar num ritmo mais calmo na fase inicial, sem cair em entusiasmos que me fizessem exceder no esforço. Assim fiz, fui-me aguentando na 1º volta (eram 4) atrás do Daniel e José Silva (colegas do AASM)… No entanto, também quebrei… não sei se do treino matinal da piscina (foi lento mas foi um treino), acabei por não conseguir fazer o tempo que me é habitual aos 10Km … Poderei estar em quebra, apesar do treino de séries desta semana ter corrido bastante bem. O certo é que lá deixei fugir os meus colegas todos e fiquei de fora de um grupo de ciclismo que ao certo seriam muito bom para mim. Demorei 42:36 a fazer os 9.600mts do primeiro segmento (e desiludido) …

O ciclismo era para mim o segmento em que estaria melhor. Acabei por ficar com duatletas mais lentos que eu no ciclismo, apesar de um par deles se terem destacado na fase inicial e eu ter optado, apenas, por seguir na roda. Depois da primeira volta, lá me fui chegando à frente e conseguimos andar bem. No entanto, éramos só três, o que não nos ajudava muito porque havia zonas com bastante vento. Na 3ª volta, a chuva começa a cair com grande intensidade e a malta refreou o andamento… Depois… lá se começou a ir atrás da roda da malta que estava mais avançada (sei que é ilegal, mas segui sempre os que estavam na mesma volta que eu)… Acabei por descansar mais nesta fase… e mesmo na última volta (sem malta adiantada), optei por não puxar pelos companheiros de ocasião, que vinha pendurados nos grupos mais rápidos… e … vinham todos “de trás”. Os colegas que tinham iniciado o ciclismo comigo acabaram por perder a roda destes grupos… e ficaram para trás. A última volta foi mais lenta (não carreguei com os colegas que estavam comigo, mas também é verdade que as condições climatérias estavam terríveis… Muita chuva, pouca visibilidade, asfalto escorregadio (optei pela precaução). No meio disto, havia muita gente a passar mal (foi o caso do João Fernandes, que acabou por se atrelar ao meu grupo na fase final do ciclismo), também havia muita malta a desistir ou com quedas (foi o caso do Miguel Torres… ficou com grandes arranhões na coxa esquerda, mas espero que melhore rapidamente).

Acho que não perdi um único lugar no ciclismo (fiz uma média de 33,5Km/hora, muito superior ao que alguma vez fiz) e fiquei muito contente pelo estado em que cheguei à última corrida… Esta, acabou por ser mais relaxada que a primeira, procurei seguir confortável, e acabei por fazer um tempo ao ritmo da primeira 22:19… Nesta corrida só perdi um lugar… e nos últimos metros.

Fui 74º em 102 que chegaram ao fim. Uma NOTA para o facto de aparecer malta classificada que de certeza só fez 5 das 6 voltas previstas no ciclismo… Até há um V3 com corridas mais lentas que eu que fez um ciclismo semelhante aos que ficaram nos 10 primeiros. Mas não foi caso único, acho que houve muito mais malta a fazer apenas as 5 voltas… Estranho para um Campeonato Nacional de Duatlo (para que servem os chips?)

Uma nota para o facto de não ter sido o caso do João Fernandes (que passou mal… e teve que sofrer para chegar ao final), do Miguel Torres (que caiu) ou da Sílvia (AASM) que foi a penúltima ou de muita malta que chegou ao fim do percurso completo e lutou imenso.

Mais uma vez, o Emanuel (AASM) fez um excelente 3º lugar no AG 45-49… mas há mais malta a andar bem lá no AASM, e que começo a admirar (o Daniel é um deles).


Por fim, espectacular foi mesmo o Nuno (treinador de natação da AASM), que a cada passagem pela zona de meta não deixou de gritar um "Força Rui" (ao certo fez o mesmo com cada um dos meus colegas)... mesmo com a chuva torrêncial ouvia, ao longe, de algures abrigado por baixo de uma varanda esse incentivo. Repito: especatcular (não sei se ele lê isto, mas aqui fica o obrigado).

6 comentários:

PGomes disse...

Boas Rui,

Boa sorte para a semana. Infelizmente acho que não vou poder estar por cá para te apoiar, mas vou estar a torcer.

Não te entusiasmes demasiado. É para acabar. Se fosse eu, pensava em fazer a primeira metade de forma confortável e depois logo vês em que ponto estão as forças.

É para as competições mais importantes que vais estar no pico de forma... Não podes esperar demais das outras participações.

MT disse...

Estiveste muito bem Rui! Também reparei no batoteiros... Cheguei a pensar que tinha feito uma volta a mais mas no fim vi que eram mesmo 6 voltas! no meu post também falarei sobre isso. Abraço!

sica disse...

Vamos invadir a Capital, já somos mais de 500, uma prova sem dúvida que fica na memória o ano passado também foi a minha estreia na distância, ali não há rodas é cada um por si.

Mark Velhote disse...

Viva Rui,

Mais uma boa prova! Parabéns também pela crónica!
Eu continuo a acumular coragem para participar numa destas.

1 abraço

Rui Pena disse...

Boas Pedro,
Tens razão... vou ter que ter calma. E esta semana e de trabalho mental para essa disciplina. Não posso estoirar na natação.

Abraço.

Miguel, Sica, Velhote,

Obrigado pelo contacto... gosto de vos ter por cá (e a quem não posta comentários também) :)...

Vamos lá ver o que dá Lisboa!

Paulo Neves disse...

Olá Rui,

Está tudo bem comigo! Estou é cheio de trabalho e os ...atlos passaram para segundo ou terceiro plano! Em Matosinhos, ainda não sei muito bem porquê, não me apeteceu comparecer. Atrasei-me e depois até fiquei contente por não ter ido porque o tempo ficou muito mau e não gosto nada de pedalar à chuva! Se for em BTT ainda vá, mas em estrada prefiro mesmo não ir.
A Lisboa também não vou, em vez do longo vou ao torneio de Natação nas Caldas da Raínha. A Abrantes também não,tenho um encontro de família nesse fim de semana. De modo que o meu próximo ...atlo deve ser em Coimbra!

BOA PROVA em Lisboa! Fiz esta prova em 2009 e sofri muito na corrida! Fiz um segmento de natação muito bom, depois poupei-me na bicicleta para tentar aguentar bem na corrida mas, mesmo assim, fui-me abaixo, demorei 1:53 no 3º segmento, o que deu um total acima das cinco horas e meia!
Num dia bom acho que dá para fazer em menos de 5 horas!

Grande abraço!